14 agosto, 2017

MINHA MÃE E O COLESTRAL

Por:
Iderval Reginaldo Tenório
Regional BAHIA



















A minha mamãe está com 98 anos de idade e foi ao seu geriatra para mais uma consulta. Ao terminar o atendimento, o médico orientou que a mesma passasse dois meses comendo apenas carne branca devido ao colesterol. Enfatizou que, quanto mais branca, menos colesterol.

Sessenta dias depois o médico fez a sua reavaliação, olhou os exames, todos dentro dos limites da normalidade. Parabenizou a minha querida matriarca e perguntou:

- Dona Tonha, a senhora está de parabéns. Qual foi das carnes brancas que a senhora mais comeu durantes estes sessenta dias? Foi frango ou peixe?

E minha mãe, na bucha, respondeu:

- Todos os dias doutor eu comia “toicim” de porco assado no almoço e no jantar.

O médico retrucou:

- “Toicim”, dona Tonha?! “Toicim” de porco!?

- Claro, doutor! Foi a carne mais branca que eu encontrei. Ou existe outra mais branca?

O médico ficou pasmo. Mas, de imediato, ela completou:

- Brincadeira, doutor, brincadeira. Comi mesmo foi muito peixe...




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...